quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

O TIPO DE TINTA CERTA PARA SUA CASA!


A Pintura é a saída mais rápida, barata e eficaz quando se trata de mudar o visual da sua casa!
Devemos ficar muito atentos, porque por mais simples que pareça, existem vários tipos de tinta e cada uma é indicada para uma devida função e local de aplicação.
A imagem de exemplo mostra a alteração do ambiente apenas com a mudança das cores de parede e rodapés. 
Neste caso, a pintura usada foi a acrílica acetinada, que confere ao ambiente uma sofisticação, toque fino e resistência a sujeira, podendo ser lavada.



Seguem as opções de tinta e suas especificações!

Látex PVA

tinta latex pva


Acabamento fosco e pintura intera.

Tinta à base de água, é geralmente utilizada em pintura de paredes internas, principalmente para tetos e áreas secas que dispensam manutenção constante. 
tinta de látex encontrada apenas em acabamento fosco, pois sua resina não permite a variação de brilho. Oferece pouca resistência à ação do sol e tem baixa "lavabilidade", ou seja, não resiste à lavagem e, por isso, deve ser limpo apenas com pano úmido. Seca rapidamente e o odor típico de pintura é mínimo.

Tinta acrílica


tinta acrilica semi brilho


Acabamento fosco, semi-brilho e acetinado, paredes externas/internas.
Com propriedades similares ao látex, é uma tinta de secagem rápida e solúvel em água. Sua diferença está na composição: as resinas acrílicas, que concedem ao produto características impermeáveis, fazem com que ele seja muito utilizado em pinturas externas. Essa impermeabilidade também torna a tinta acrílica interessante para uso em áreas molhadas da casa, como cozinha e lavabo, já que podem ser lavadas sem preocupação.
As tintas acrílicas podem ser encontradas em três tipos de acabamento: o fosco é menos resistente à limpeza, mas ressalta menos as imperfeições da parede; o semibrilho tem um pouco de brilho, destaca mais as imperfeições da superfície e resiste mais à limpeza do que a tinta fosca; já o acetinado confere à parede um toque mais fino, sofisticado, com um brilho suave, que resiste bem à limpeza. Assim como a tinta semibrilho, ela destaca as imperfeições da superfície. Isso não significa que seja uma tinta ruim, pelo contrario. Ela apenas exige um bom acabamento de massa e lixa anterior a pintura.

Superlaváveis

tinta lavável

Acetinado e ambientes de muito uso (crianças principalmente)

As tintas superlaváveis Têm acabamento acetinado e oferecem grande resistência à limpeza, ideal para ambientes com intenso tráfego de pessoas ou locais onde há crianças. Podem ser usadas tanto em ambientes internos como externos.

Esmalte sintético



Brilhosa e acetinada, poucas opções de fosco. Bom para ferro e madeira (portões)
esmalte sintético é especialmente boa para a utilização em superfícies de ferro ou madeira. Possui acabamento brilhante e acetinado, embora exista a versão fosca. Seu acabamento dá sensação de uma película formada sobre a superfície e, por isso mesmo, não é muito adequada para o uso direto na parede, porque, dependendo da aplicação, podem surgir bolhas ou descascamento.
O custo dessa tinta é mais alto do que o das demais, por conta de seu uso mais específico. Importante salientar que muitos esmaltes são feitos a partir de solventes e, por isso, apresentam cheiro forte e secagem demorada. No entanto, vários fabricantes estão produzindo esmaltes à base de água, o que resulta em produtos de baixo odor e secagem rápida.

Tintas epóxi



Brilhosas, ideais para áreas molhadas. (banheiros e cozinhas)
As tintas epóxi é resistente que não se deixa atacar facilmente por produtos químicos, como os de limpeza. Ideal para aplicação em locais em contato direto com a água, como piscinas e caixas d'água. É, ainda, uma ótimo solução para ambientes como banheiros, boxes e cozinhas.

Inodoras

Fosco e acetinado. Perfeito para interior.
São produtos que, em sua maioria, perdem o odor em até três horas após sua aplicação. Estão disponíveis em acabamento fosco e acetinado e podem ser utilizados na pintura de ambientes internos e externos.

Gostou!?
Em caso de dúvidas, entre em contato com um de nossos arquitetos!
www.arquiteturapronta.com.br

Beijo da equipe!

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

CANTO ALEMÃO: 10 ideias mais populares de no PINTEREST

GANHAR ESPAÇO!

Eis o principal motivo de se criar um "canto alemão, como é conhecido.
Com os espaços cada vez mais escassos em nossas casas, apartamentos, este artificio de interiores é o mais bem vindo!

Já usado muito em restaurantes para criar areas aconchegantes e reservadas, ele vem com tudo para dentro de nossas casa!

Consiste em nada mais nada menos que um banco, cadeiras, sofás encostados ou fixo em paredes, de materiais variados (alvenaria, madeira, concreto, tijolos aparentes...) encaixados em uma mesa (ou não) para aproveitar espaços e criar ambientes.

Ganhou este nome porque é bastante comum nos pubs e bares na Alemanha.

Segue abaixo uma listinha das 10 ideias mais populares destes amáveis bancos almofadados do Pinterest!

1- Canto em MDF preto, almofadas presas na parede com iluminação embutida!



2 - Canto em L em madeira natural sem encosto com almofadas!


3 - Este em MDF branco, com encosto em MDF amadeirado, com a opção de uma almofada inteira no assento e almofadas soltas em cima. Lindo!


4 - Almofadas personalizas com assento e encosto fixos. 


5 - Canto mais que aconchegante e cheio de personalidade com este banco de jardim pintado a mão e esta linda almofada vermelha! Amamos!


6 - No estilo Scandinavo, este banco solto em madeira com almofadas  deixam a decoração menos fria! Tá em alta!


7 -  Este banco estofado alegre neste amarelo deixa tudo mais pessoal! Perfeito


8 - E quem disse que precisa de mesa!? Com esta vista e espaço não teria como deixar de se aconchegar em almofadas neste enquadramento de janela...


9 - Na decoração provençal também cabe, como não!?


10 - Apartamentos decorados, eles sempre estão lá! Apostando sempre no espelho atras para aumentar espaços... 


E agora a vontade de montar um cantinho alemão em casa está mais perto de se realizar!

Siga nossas dicas!

www.arquiteturapronta.com.br - projetos de reforma a distancia!


Um grande beijo da nossa equipe!

Arquitetura Pronta

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

MÉTODO MONTESSORIANO





"Devemos dar à criança um ambiente que ele pode utilizar por si mesmo: um pouco de seu próprio lavatório, uma mesa com gavetas que podem ser abertas, objetos de uso comum que ele pode operar, uma pequena cama em que ele possa dormir à noite, sob um cobertor atraente que ele possa dobrar e se usar por ele mesmo. Devemos dar-lhe um ambiente no qual ele possa viver e jogar, então vamos vê-lo trabalhar o dia todo com as mãos e esperar com impaciência a despir-se e colocar-se para baixo em sua própria cama." Maria Montessori









Criado pela educadora e médica italiana Maria Montessori, em torno de 1907, o método montessori favorece o aprendizado de maneira direta e pessoal, a autoeducação, oferecendo um local em que brinquedos, móveis e objetos estejam na altura dos olhos da criança e não dos adultos, conseguindo assim circular com liberdade no seu espaço, explorar objetos ao seu alcance, desenvolver sua  criatividade e autonomia  com  segurança, além de despertar o senso de organização. Segundo a médica, a criança absorve os estímulos do ambiente durante os primeiros anos de vida, assim construindo o homem.

Seguem relacionados os principais itens a serem observados:


Cama: deve ser baixa, colchão no chão, proporcionando maior liberdade às crianças, que podem deitar e levantar quando quiserem. Além disso evita as famosas quedas dos berços.

Guarda roupas: deve ter a parte baixa com algumas opções de roupas para que a criança aprenda e possa e escolher as peças e se vestir com facilidade.

Brinquedos: devem estar ao alcance das mãos, para que as crianças possam pegá-los a vontade, bem como livros e objetos educativos. Para que não percam o interesse, é indicada a troca dos elementos, por sistema de rodízio, evitando a monotonia e para que a criança tenha como explorar cada objeto e desenvolver a concentração.


Tapete: tem a função de trazer experiências sensoriais aos bebês e delimitar o espaço de brincadeiras para as crianças um pouco maiores. Auxilia também no amortecimento, caso haja quedas.
Barra fixa na parede: a barra na parede tem como principal utilidade ajudar a criança a se levantar e  andar, sem depender da ajuda direta dos adultos. Pode-se ainda pendurar objetos nesta barra, afim de que a criança tenha metas a atingir quando tentar caminhar. O seu uso deve ser ensinado ao  perceber que a criança está tentando caminhar. Certifique-se se está bem fixa.


Espelho: o espelho proporciona à criança reconhecer a si mesma, observar suas mudanças, seus gestos. Caso seja o espelho que normalmente usamos, deve ser colado a uma placa de mdf e preso na parede, evitando que, caso se quebre, os pedaços caiam e machuquem a criança, mas o ideal são espelhos em acrílico, que são mais seguros.

Como uma das principais questões é a segurança, seguem algumas dicas importantes:

  • os móveis não devem ter as quinas vivas;
  • ao adquirir quadros e outros elementos que tenham transparência, fazer opção pelo uso do acrílico;
  • para fixação de quadros e objetos, uso de fita dupla face e não pregos ou parafusos;
  • atenção com os móveis sem estabilidade e que possam tombar;
  • proteger as tomadas, evitando assim os choques;
  • evitar qualquer objeto miúdo e pontiagudo;
  • colocar almofadas em volta do colchão evitando que as crianças menores rolem.

O quarto montessoriano acompanha o crescimento da criança, tendo que ser adaptado para cada fase da infância, desde o aumento da altura da cama até os elementos que contribuam para as experiências sensoriais.

Nossos Designers da Arquitetura Pronta estão a sua disposição para transformar o quarto que espera seu bebê no espaço que ele irá desenvolver a sua criatividade, a sua curiosidade, o seu impulso de descobrir a vida.

Reforme online!

Entre em contato conosco e conte-nos mais sobre seu ambiente.


Equipe Arquitetura Pronta!

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

JARDIM VERTICAL


Atualmente, com a falta de espaços para se criar áreas verdes, tem-se feito cada vez mais o uso de jardins verticais, seja em casa ou apartamento. 
Não apenas pela estética, mas também para trazer a natureza para o convívio no lar, além dos diversos benefícios como o aumento da umidade do ar, diminuição da temperatura ambiente, melhora da qualidade do ar e redução da poluição sonora. Muito usado também e fachadas cegas (grandes demais sem aberturas).





Com ou sem sistema próprio de irrigação, pode ser executado em diversos materiais, desde os rústicos, como madeira   aos mais nobres, como peças cimentíceas ou em pedra.

PAREDE JARDIM

Neste caso, usa-se um sistema de irrigação com central de computadores para se especificar o tipo de plantas por área e a sua necessidade de água, assim a irrigação se dá de forma mais eficaz e garante que as plantas terão suas quantidades corretas de agua, já que existem muitas espécies diferente juntas.


Seguem ideias simples e de fácil execução para a sua casa:


calhas
cordão com vasinho
tela de arame

caixa de feira

pallets

sapateira de tecido


Agora só resta a dúvida de onde colocar seu painel vertical!
Faça seu projeto de reforma online!

Veja como funciona em:


sexta-feira, 23 de setembro de 2016

ILUMINAÇÃO PENDENTE (ALTURAS)

LUMINÁRIAS PENDENTE, ou "lustre"como antigamente costumávamos chamar, tornaram-se uma escolha de iluminação muito popular para uma ampla gama de ambientes.
Estar ciente de algumas orientações básicas podem revelar-se muito útil, não só ao selecionar um ponto elétrico para um local específico, mas quão alto eles devem ser pendurados. Aqui estão algumas maneiras de usá-los, e orientações para você começar!






















SOBRE MESAS:

A altura recomendada para pendurar um pendente acima de uma mesa é de 70 a 80cm, mas o equipamento pode ser pendurado ligeiramente maior ou menor dependendo da preferência pessoal ou altura do teto.

Pendurado vários pendentes acima de uma mesa retangular pode ser uma escolha muito eficaz, não só para iluminar adequadamente a superfície da mesa inteira, mas também para a estética.






SOBRE MÓVEIS DIRETAMENTE:

Esta pode ser uma maneira eficaz para iluminar a área, criando um ambiente com personalidade e atmosfera agradável.
É bastante comum atualmente notar luminárias penduradas em cada lado de uma cama, em vez de lâmpadas de leitura.
Uma boa altura, já que a ideia é iluminar diretamente o móvel e não está na passagem de pessoas, é usar de 30 a 50cm de distancia do tampo do móvel.






ÁREA SEM MÓVEIS, CORREDORES:

No corredor, luminárias penduradas em uma entrada ou corredor pode adicionar um monte de drama e beleza, lançando sombras, proporcionando luz.
Uma boa medida para estes espaços de passagem de pessoas é que fiquem acima da porta, dentro de 2,00 a 2,10m, em caso de tetos não tão altos.

Em espaços com tetos altos, essa medida pode ser bem mais alta, mas é importante que as luminárias não estejam tão alto para que não fiquem  fora da linha de visão enquanto o observador vislumbra o espaço.





Pendurando uma série de luminárias idênticas ao longo do comprimento de um salão cria um visual clássico.





Confira projetos com pendentes ou faça o seu projeto de interiores conosco, pela internet mesmo!
Veja como em www.arquiteturapronta.com.br


Sílvia Padilha
Gerente de Projetos



quarta-feira, 13 de julho de 2016

Archicad 20 - BIM em alta qualidade!



O PIONEIRO das plataformas inteligentes de modelarem "Building Information Modeling" (BIM) no mercado, ARCHICAD tem esculpido o seu lugar na indústria de construção (AEC) arquitetura, engenharia e, agora porém, ele está olhando para pegar um novo nicho no mundo dos smartphones com design elegante do ArchiCAD 20.

Com a sua nova versão, o software carro-chefe da Graphisoft está ostentando um novo olhar e uma de suas características principais é uma nova interface de utilizador concebido para atrair a geração mais jovem.

Aqui está uma olhada em como ele funciona:



Recursos para colaboração:

ARCHICAD 20 tem todos os tipos de coisas novas para fluxos de trabalho de colaboração.

Os usuários serão capazes de armazenar todas as informações relevantes do projeto dentro de um modelo BIM, incluindo dados que não foi criado em CAD ou BIM ferramentas-o que é uma boa notícia para aqueles planilhas do Excel. O software também será capaz de importar e exportar dados do Excel semi-automaticamente usando uma funcionalidade de "propriedade Mass valor de importação", o que reduz o risco de erro humano quando a entrada de dados de consultores.

O software também promete reduzir a necessidade do trabalho em 2D CAD complementar tradicional, com uma sobreposição de gráfica que permite aos usuários alterar a representação de todas as vistas 2D e 3D para os elementos com propriedades semelhantes.

ARCHICAD 20 também reivindica um lugar como uma das primeiras aplicações BIM para suportar o padrão IFC 4 de código aberto, que inclui novos fluxos de trabalho de coordenação como o projeto de transferência e Vista Referência. Ele também inclui suporte completo para BIM Format Collaboration e conversão de ida e volta DXF / DWG e é totalmente compatível com COBie.

Como parte da sua nova versão, ARCHICAD 20 terá suporte completo para IFC4.
(Imagem cortesia do GRAPHISOFT.)
Visualização BIM:

O CineRender engine do ArchiCAD tem obtido uma atualização, que possui superfícies mais realista, sombras de contacto realistas e reduziu tornar vezes. Este último é possível com uma nova capacidade ray-tracing na Renderer Física.

A nova versão também contará com uma ferramenta de perspectiva de dois pontos, permitindo aos usuários alternar de uma perspectiva 3D para uma perspectiva de dois pontos a partir de qualquer ângulo da câmera.

Um olhar sobre as opções de perspectivas em ARCHICAD 20. 
(Imagem cortesia de GRAPHISOFT.) 

Interface de usuário atualizada:

ARCHICAD 20 é projetado para colocar uma nova cara para a frente e para fazer isso, o software é projetado para se parecer mais com um aplicativo móvel do que uma plataforma de desktop tradicional.

Seu novo visual divertido se destina a trazer um sistema unificado, atualizado estilo profissional para as últimas Mac e Windows OS lançamentos. Ele inclui uma reestruturação para mostrar as funções mais utilizadas enquanto se desloca aqueles menos utilizadas e apresenta um novo sistema de navegação baseada em abas. Ele também irá incluir suporte para 4K e exibe retina.

"O verdadeiro potencial do BIM é que ele pode conter todas as informações necessárias para a concepção, construção e operação de edifícios", disse Peter Temesvári, diretor de gerenciamento de produtos da GRAPHISOFT. "Uma parte significativa desta informação é de dados não-geométricas. ARCHICAD 20 oferece fluxos de trabalho poderosas para gerenciar, visualizar e trocar as referidas informações com qualquer das partes interessadas participam no processo de concepção e construção."

O software foi lançado agora em  junho de 2016.

Para mais informações: https://www.graphisoft.com/archicad/

Download ARCHICAD 20 acesse: https://www.graphisoft.com/downloads

Instruções e aulas: https://www.lynda.com/ArchiCAD-tutorials/Up-Running-ArchiCAD/424708-2.html

Aproveite!

Equipe Arquitetura Pronta.

quarta-feira, 1 de junho de 2016

CASA COR - "A" FEIRA!


CASA COR é o maior evento de decoração da América Latina e o segundo maior do mundo.
Reúne as grandes tendências em arquitetura, decoração e paisagismo. O evento traz vários ambientes e espaços montados por profissionais renomados que celebram a beleza, a funcionalidade e a inteligência dos espaços que fazem parte da vida das pessoas.
É realizado desde 1987 e há 25 anos vem mostrando que criatividade e boas ideias cabem em qualquer espaço. Além de referência para profissionais da arquitetura e decoração e para quem vai construir, reformar, decorar ou apenas contemplar, CASACOR é um programa para toda a família, com restaurantes, lojas, pocket shows, desfiles de moda, diversão e muito entretenimento.

Em São Paulo, acontece há alguns ano no Jockey Clube de São Paulo. 
Neste ano explora uma edificação que ainda não havia sido desvendada
O ambulatório, que é um belo exemplar do art déco paulistano dos anos 1940, mas o estado de deterioração não permitia apreciar os detalhes do edifício assinado pelo francês Henri Sejous (1897-1975). Em processo de restauração, capitaneado pela CASA COR, recebe os 70 ambientes da mostra entre 17 de Maio e 10 de Julho de 2016.

Os espaços foram desenvolvidos por profissionais consagrados e cerca de 30 jovens talentos - e o ecletismo bem-vindo que pauta a mostra não para por aí. Afinal, o passado está presente em um repertório que passeia pela escola alemã Bauhaus, do inicio do século 20, segue pelo art déco dos anos 1930 e chega ao design brasileiro das décadas de 1940 a 1970, com forte acento modernista.

Uma referência atual convocada em alguns projetos é o estilo escandinavo, que cultiva a claridade natural e o traçado minimalista, além de cores suaves. O uso de dois tons, em particular, chamam a atenção: o rosa seco e o verde água, bastante utilizados no período modernista.
Outro conceito contemporâneo é a sustentabilidade, bem representada em projetos modulares ou que buscam reaproveitar materiais e dispor racionalmente dos recursos naturais, além de conservar as belezas originais do prédio com o mínimo de intervenção e resíduos.

 O Studio GPPA assina a Sala de Almoço da CASA COR São Paulo 2016. No ambiente projetado por Gustavo Paschoalim e Paulo Azevedo, o passado está presente em vários momentos, com uma abordagem que o atualiza, seja nos lambris no tom verde-celadon aplicados nas paredes ou nos objetos dos séculos 18 e 19 que pontuam. Arranjos de espécies exuberantes dão um toque tropical, assim como o tecido da marca francesa Pierre Frey que reveste a poltrona desenhada pela dupla.

Jardim Suspenso - Andrea Teixeira e Fernanda Negrelli. O espaço traz o conforto sugerido pela marcenaria de carvalho americano e pela lareira centralizada no espaço. O dourado fosco e os tons neutros, como no piso em mármore crema marfil com acabamento opaco, formam a base da cartela de cores. A única (e bem-vinda) interferência são as plantas nativas e orquídeas do paisagismo de Leda Jafet.


Cinema em Casa - Bruno Gap. Além de ver filmes, é possível reunir amigos para jogar na mesa de jantar, preparar algum prato na minicozinha ou simplesmente conversar, já que o tema de CASA COR este ano é celebrar. O estilo tem influência escandinava, presente nas cores luminosas e no sofá desenhado pelo arquiteto.
  

Quarto do Bebê - Michele Luz. Nobre, sem ser austera. A decoração da arquiteta mineira prima pelo uso do branco e do off-while, do mobiliário aos revestimentos, assim como o enxoval em seda. Atrás do berço, o espelho simboliza uma das alas mais famosas do Palácio de Versalhes, que inspira o projeto. Nas paredes, aplicações de arabescos impressos em 3D entram em cena.




 
QUANDO?
17 de maio a 10 de julho de 2016.
Terça à quinta das 12h às 21h.
Sexta, sábado e feriados das 12h às 21h30.
Domingo das 12h às 20h.

ONDE?
Jockey Club de São Paulo -- Av. Lineu de Paula Machado, 775 -- Cidade Jardim.

QUANTO?
De terça a quinta-feira
Ingresso inteiro: R$ 52
Ingresso de estudante: R$ 26
Ingresso senior (para pessoas com 60 anos ou mais): R$ 26

Sexta, sábado, domingo e feriados
Ingresso inteiro: R$ 65
Ingresso de estudante: R$ 32
Ingresso sênior (para pessoas com 60 anos ou mais): R$ 32,50
Passaporte único: R$ 150